Sem-categoria

Roda-roda

::: Tem dias que a gente se sente / Como quem partiu ou morreu / A gente estancou de repente / Ou foi o mundo então que cresceu / A gente quer ter voz ativa / No nosso destino mandar / Mas eis que chega a roda viva / E carrega o destino prá lá … (Roda Viva, MPB4). Porque das coisas boas da vida é explicar que não dá e ser entendida. E o melhor: ser compreendida e aparecer mão e braço de um monte de lado pra te ajudar. Braços que não têm “nada” a ver com você, mas estão tão disponíveis que dá vontade de abraçar. Lindo também é saber que depende de você, mas que tem gente afim de ajudar. Porque nessas horas ajuda é tudo o que importa. Se sentir querida, re-afirmada, isso sim, é legal. E eu vou dormir hoje mais feliz por conta disso. E tendo mais certeza de que minha mãe tem visões muito diferentes de mim, MESMO. E com mais uma pessoa falando que eu tenho que me cobrar menos (E tenho mesmo). E com a certeza de que eu preciso agir rápido, só pra não perder tempo. That’s all folks!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s