Sem-categoria

Especiais

::: Hoje eu atendi a um grupo de crianças especiais, para visitar o aeroporto. Vinte alunos de uma clínica especial (ai, sorry, esqueci o nome certo), de idades variando entre 8 e 45 anos (tinha um senhor), com diversos tipos de deficiência, de down a autismo, acho que alguns hiperativos, alguns com problemas que, de longe, você não diz que é uma pessoa especial. E vou te contar: foi a turma mais bacana que já atendi pra visitar o aeroporto. E a mais paciente também! Ficaram 30 minutos esperando um vôo decolar – os outros grupos levam esse tempo, em média, para a visita toda (ok, não tem tanto a fazer. É ver pouso e/ou decolagem, explicar a maquete do novo aeroporto – se as crianças tiverem interesse – e pronto). Mas enfim, foi o grupo mais bacana. Porque eles perguntavam, se interessavam, queriam saber, falaaaaaaaaaaaaaavam igual pobre na chuva. E depois eu os levei até o refeitório da Infraero, pra lancharem. Cada um levou o seu lanchinho, uma festa só. Distribuí revista e cartilha pra cada um, eles adoraram. O único problema foi o horário: eles saíram 15h45, eu voando pra resolver coisas na Tam (da viagem pra BSB, post de amanhã) e pra ir no salão, porque fazer as unhas é necessário e faz moito bem 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s