Sem-categoria

::: Porque ela é dona de palavras. E eu, de sentimentos que se refletem nas palavras dela.

Poeminha/ por dois.
Se é de mim que lembras,
se é comigo que sonhas,
se é meu rosto que desenhas nas longas noites de insônia.
Se é meu beijo que te faz falta,
se sem as minhas mãos sentes frio,
se é meu nome que vem à tua boca na escuridão do vazio.
Se é meu corpo que desejas,
se é por meu riso que anseias,
se teu sangue foge de ti para correr em minhas veias.
Se achaste em mim um ninho,
se ao meu lado encontras sentido,
se ainda que estejas longe é como se nunca tivesses partido.
Se o tempo se encolhe,
se as saudades se aprofundam,
se tens em meus olhos um mergulho em dois mundos.
Se guardas em ti nosso segredo,
se tens medo que tudo seja perdido,
saiba que tudo, tudo, tudo, absolutamente tudo isso é dividido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s