monday, rina pri, sing a song

Answer? Maybe…

::: Maybe it was really nothing… maybe it’s just like that song: rainy days and mondays always gets me down…

Nothing ever seems to fit
Hangin’ around, nothing to do but frown
Rainy days and Mondays always get me down

What I’ve got they used to call the blues
Nothing is really wrong
Feeling like I don’t belong
Walking around some kind of lonely clown
Rainy days and Mondays always get me down

Anúncios

2 thoughts on “Answer? Maybe…”

  1. Olá Rina Pri,

    obrigado por passar lá no meu Blog. Nos últimos dias estou tendo extrema dificuldade de mante-lo atualizado. Todavia tirei um tempinho para passar aqui e esclarecer suas dúvidas. Vamos lá:

    As férias coletivas são uma prerrogativa do empregador. Todavia para concede-la ele tem que cumprir uma série de procedimentos. Férias coletivas são aquelas concedidas, de forma simultânea, a todos os empregados de uma empresa, ou apenas aos empregados de determinados estabelecimentos ou setores de uma empresa, independentemente de terem sido completados ou não os respectivos períodos aquisitivos. Se não completado o período aquisitivo as férias serão proporcionais.

    A época de concessão das férias coletivas é aquela fixada em acordo ou convenção coletiva de trabalho. Não havendo tal previsão, cabe ao empregador a adoção do regime e a determinação da época de sua concessão.

    Quanto ao fracionamento, elas podem ser gozadas em 2 (dois) períodos anuais desde que nenhum deles seja inferior a 10 (dez) dias corridos.

    Agora o mais importante é que as empresas, para concederem férias coletivas deverão observar certas determinações da legislação trabalhista que seriam:

    – comunicar ao órgão local do Ministério do Trabalho, com antecedência mínima de 15 (quinze) dias, as datas de início e fim das férias;

    – indicar os departamentos ou setores abrangidos;

    – enviar, no prazo de 15 (quinze) dias, cópia da comunicação aos sindicatos da categoria profissional; e

    – comunicar aos empregados com antecedência mínima de 15 (quinze) dias, mediante a afixação de aviso nos locais de trabalho, a adoção do regime, com as datas de início e término das férias e quais os setores e departamentos abrangidos.

    Já respondendo a sua pergunta sobre a “venda das férias”, assim diz a CLT: (Consolidação das Leis do Trabalho):

    Art.143 É facultado ao empregado converter 1/3 (um terço) do período de férias a que tiver direito em abono pecuniário, no valor da remuneração que lhe seria devida nos dias correspondentes.

    Parágrafo 1º – O abono de férias deverá ser requerido até 15 (quinze) dias antes do término do período aquisitivo.

    Ou seja, vocês têm o direito legal de vender parte de suas férias.

    Espero ter esclarecido suas dúvidas.

    Bjs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s