rina pri

Das quietudes…

::: To em dias silenciosos, desde ontem. Não sei se é o cansaço ou se são as minhocas da minha cabeça (a criação, pelo visto, tá só aumentando). O fato é que quero ficar quieta. E só. Vendo gente, até acompanhada, mas aquela sábia companhia silenciosa que tanto me faz falta. E daí que nesses dias eu sinto falta do meu amigo H, que tanto me acompanhava nesses momentos de quietude. Sinto falta de encontrar outra pessoa assim. Difícil, atualmente todos (incluindo euzinha) só querem falar, se expressar, colocar pra fora. Difícil alguém que queira absorver ou, simplesmente, estar ali. Sem precisar ouvir, sem precisar falar, sem precisar perguntar. Apenas ‘estando’.
Mas, como 1200km não são coisa fácil de resolver, nem as vidas corridas que levamos hoje, eu vou indo, com minhas minhocas, meu cansaço e minha quietude.
Dias assim, however, não são de todo ruim. Eu rendo horrores no trabalho, já que não fico querendo papo o tempo todo. Mas que eu bem queria uma companhia tals, hoje, ah, eu queria. Não, não é a cia. de H. Esse só faria parte da companhia. Queria outra mesmo. hohoho. Companhia de ficar quieto, deitado no colo, fazendo cafuné.
É, acho que essa quietude também tem nome de carência. Fuééé….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s