Publicado por: Rina Pri | 15/01/2010

Verão no sudeste

::: Recebi esse texto há anos e muito provavelmente já publiquei aqui no blog. Mas como recordar é viver (ahahha) e eu gosto demais dele, vai de novo! A autoria que tenho é de Ricardo Freire. Se não for dele, que o autor se manifeste para os louros!

Ah! O verão…
Ricardo Freire (para revista Época)

Ah! O verão no Sudeste! A gente acorda, abre a janela, respira fundo e contempla a relva molhada. A rua molhada. A calçada molhada. A piscina molhada. A praia molhada. O Rex molhado.

Ah! O verão… A gente passa o ano inteiro esperando por esse momento. Até que finalmente chega dezembro, e com ele esse céu de luz branca fluorescente – sinal de que São Pedro entrou no racionamento de energia solar.

Quem há de resistir à poesia dos pingos de chuva pingando, pingando, pingando, revestindo com um manto lustroso os carros, as bancas de jornal, as marquises, os guarda-chuvas, as bolsas, as mochilas, os sapatos, os cabelos, os óculos, os saquinhos de bala dos vendedores do farol?

Ah! O verão… Os torós. A garoa. As goteiras. Uma verdadeira sinfonia em movimentos que se repetem infinitamente. Cabrum! Chuá, chuá. Tlic… tlic… tlic… Cabrum! Chuá, chuá. Tlic… tlic… tlic… Cabrum! Chuá, chuá. Tlic… tlic… tlic…

E em São Paulo, então? É emocionante ver a natureza, com toda a sua força, retomar para si o terreno grilado pela civilização. As águas invadem as ruas, fazendo carros flutuar graciosamente. Por algumas horas, todas as semanas, Veneza é aqui.

Mas nada se compara ao espetáculo ecológico das enxurradas ladeira abaixo. Para que ir a Iguaçu, quando se tem as cataratas de São Paulo na porta de casa? Caso ainda estivessem vivos, os salmões dos restaurantes dos Jardins não resistiriam a nadar pororoca acima, até a Paulista, onde talvez parassem para procriar.

Graças ao verão podemos reviver hábitos abandonados desde…. bem, desde o verão passado. Como, por exemplo, dormir de edredom. Fechar as janelas. Passar frio.

Existem muitas outras coisas, no entanto, que seriam totalmente apropriadas ao nosso verão, mas que acabamos esquecendo de fazer. Tomar sopa. Comer fondue. Ir à montanha e acender a lareira. Quer dizer: deve ter muita gente que faz isso, mas não espalhe, senão a montanha ficaria tão cheia quanto no inverno.

Ah! O inverno… alguém pode ter saudade do inverno no Sudeste? Aquele calor insuportável. Aquele sol que não pára de brilhar. Aquelas frentes frias que se dissipam à altura de Curitiba e se recusam a chegar até aqui.

Não. Não existe nada como esse friozinho típico do verão. Desligam-se os aparelhos de ar condicionado do escritório (ei, por que justo agora diminuem a meta de economia de energia?) e hibernamos até abril.

Ah! Abril… É quando começa o suplício do outono, que emenda com o pesadelo do inverno. As mulheres vestem botas, os homens investem em casacos de couro – e o sol não pára de brilhar, inclemente.

Passamos o inverno inteiro suando debaixo de nossas golas rolês. Subimos a serra apenas para sentir o desconforto de usar bonés de lã à temperatura ambiente (geralmente, em torno de 25 graus).

Até que, lá por setembro, outubro, quando estamos a ponto de enlouquecer depois de seis meses passando calor dentro de roupas de inverno, as primeiras nuvens carregadas anunciam a chegada da primavera.

É fácil saber quando é primavera. Enquanto fizer sol de segunda a sexta e chover nos fins de semana e feriados, é sinal de que ainda estamos nela e o verão ainda está para chegar.

Mas ninguém perde por esperar. De repente, as nuvens do fim de semana resolvem permanecer também nos dias úteis. Daí podemos ter certeza: é verão. Cabrum! Chuá, chuá. Tlic… tlic… tlic…

Anúncios

Responses

  1. ah o verão…

  2. […] This post was mentioned on Twitter by rinapri, Ricardo Nespoli. Ricardo Nespoli said: RT @rinapri: Ah, o verão! (ou: Verão no Sudeste) http://bit.ly/5AWlXz […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: