rina pri

Dos dias muito ruins

::: O dia hoje não foi bom. Não foi, não foi.

Tive dor de cabeça – desconfio que minha enxaqueca está “mudando” e se apresentando de outra forma. Tive vontade de chorar, tanto pela dor de cabeça como pelo resto. Tive trabalho, trabalho, trabalho. No meio disso tudo eu tive 1 notícia boa, 1 mini-chat bacana, 1 chat com o my person da vida que salvou o dia. Teve Grey’s Anatomy agora de noite. E nem assim o saldo foi positivo.

Ando exausta, do carnaval pra cá. De antes, claro (janeiro foi um troço). Mas ando numa exaustão que não tem fim. E hoje parece que o acúmulo acumulou de vez e aí transbordou. E eu pedi arrego. E dei graças a Deus de novo pelo chefe bacana que eu tenho, que me conhece, entendeu e ainda fez piada.

São 22h e eu queria ter ido dormir às 19h, quando cheguei. Sem banho, sem comida, sem nada. Queria apenas ter deitado e dormido. Mas tinha coisas pra organizar em casa. Tinha roupa pra guardar. E tinha o fato que se eu dormisse às 19h, eu acordaria e não dormiria mais. E aí amanhã seria ruim também.

Entenda, não to reclamando de barriga cheia. Não é esse o objetivo. Até porque tem muita coisa boa acontecendo. Mas esse cansaço todo não ajuda em nada a organizar as minhocas na minha cabeça, as borboletas no estômago e os passarinhos que ficam cantando por aí. Mentira, nem tem passarinho hehe. Mas minhoca tem. Uns montes. E elas ficam aqui emboladas e eu não consigo desembolar e entender. E acho que nem quero mesmo. Porque por enquanto o bololô delas tá me fazendo um benzinho.

Mas assim, né, eu sou um pouquinho ansiosa, então queria ao menos uma luz…

O dia foi ruim. E nem ter comido gordicezinha resolveu – sim, eu sei, não resolve nunca. Mas ou era um mcdonaldzinho ou era nada. Eu não ia pro self-service, fato. E de noite precisava comer algo reconfortante, se não eu ia realmente chorar desesperada. Imagina, que lindo, eu comendo verdurinha e frango e me acabando de chorar. Não resolveu, mas ajudou a ficar um dia menos impossível.

Mas amanhã será um dia melhor. Me deixa ser Poliana, vai. Amanhã tem aula de inglês, tá tudo preparadinho, acho que o povo vai gostar. Ok, ok, nunca mais vou conseguir ouvir “If I Were a Boy” (Beyoncé), depois de ouvir tanto tempo ontem, preparando o material. Mas vai ser bom.

Amanhã ainda tem a promessa (e o desejo) de um café com uma querida, e tem Ana Maria em casa!! Quando eu chegar estará tudo limpo, lindo, cheiroso, arrumado.

E amanhã será um dia melhor também porque é quinta-quase-sexta. E sábado eu vou ficar mais ruivaêeee. E dormirei até tarde. E talvez vá no cinema. E aí vem o domingo. E começa tudo de novo na segunda. E vai ser uma nova semana e pelamordedeus melhor.

Se você leu esses rabiscos até o final, parabéns. Notou como eu to bêbada de sono. Eu queria tequila, mas sono é o que tem pra hoje. Dormir. Beijo.

Anúncios

3 thoughts on “Dos dias muito ruins”

  1. Eu te entendo. Se entendo. Como entendo. Então, respira fundo, respira de novo. E dorme. Dorme o máximo q puder. Usa o final de semana inteirim pra isso, se precisar. Pq acredite: cansaço deixa o q é bom tão mais ou menos… eu disse, eu entendo! 😉

      1. Nada como um sono reparador, né? Qndo começo a ficar MUITO pessimista e chateada já sei q é isso q tá faltando. E olha, eu sou outra pessoa descansada. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s