Publicado por: Rina Pri | 20/11/2013

::: Meu avô, que tem 95 anos (96 em março/2014) teve um AVC. Hospital, uma semana e meia internado, casa. Ele tá “bem”. Mas vê-lo nesse final de semana foi triste. Porque vovô sempre foi tão ativo. E se antes ele já precisava de ajuda pra muita coisa (porque não é fácil carregar quase 10 décadas), agora precisa pra tudo. E tá magrinho que só. E aquela vivacidade, aquele brilho no olho, tá super apagadinho.

Eu fiquei triste. Eu voltei de Vitória bem triste. E estou assim desde ontem.

Eu não quero nem preciso de ninguém pra dizer que “vai ficar tudo bem”, porque está, dentro do possível, o que não é o ideal.

E eu queria escrever um post sobre velhice, cuidados, a decisão de não ter filhos e quem vai cuidar de mim quando eu for velha, o egoísmo que envolve isso tudo inclusive o querer ou não meu avô vivo. Mas eu fico muito mais triste só de pensar nisso tudo. E, veja só, to chorando aqui só de pensar nisso tudo, imagina se eu escrever.

Tá triste, tá sofrido. E eu to tão triste por ver meu avô como ele está, como por me imaginar no papel da minha mãe, a filha, nesse momento.

Então, por hora, vamos ficar só com isso. Meu avô tá velho, velhinho, e já não tão saudável. E isso é bem dolorido.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: