Publicado por: Rina Pri | 14/04/2014

A água tá gelada, mas acho que é pra lá que eu vou

A vida anda boa. Dois mil e catarse, como ouvi dizer, começou bem e os meses, que têm passado rápido, têm sido preenchidos de boas coisas. Ter companhia faz bem. Ter com quem conversar, passando de Valesca Popuzada até religião e dogmas da páscoa, faz com que um domingo offline seja pouco.

A vida anda boa. Mas tem coisas que eu sei que preciso mudar pra ela ficar melhor um cadinho.

Desde dois mil inove, chegando num dois mil e crazy que começou adiantado em 2011 e ainda deixa vestígios. É um relacionamento de longo prazo, que eu gosto, que tem seus lados bons e suas vantagens, mas que também tem seus desgastes. Natural, eu sei. A questão é definir, deixar claro e enjoy it – eu quero contiuar esse relacionamento, assim do jeito que está, deixando passar algumas coisas e cuidando dos machucadinhos criados ao longo do caminho?

Complica.

Continuar implica em falar Hakuna Matata praticamente todos os dias e para várias coisas (coisinhas e coisonas). Implica em me silenciar um tanto. Em me manter comodamente onde estou – o que não é, por si só, ruim, desde que eu esteja realmente bem e feliz. Ficar implica em dar um jeito de ser feliz, sem mudar muita coisa.

Deixar  implica em mudanças, que podem ser boas, ou não. Implica em enfrentar medos e possibilidades que eu não quero nem pensar, quanto mais enfrentar de verdade. Largar o osso dá trabalho, talvez tanto quanto continuar a roer.

Em dezembro eu precisei pular de um barco, e foi uma das melhores coisas, mesmo sem ter certeza. Se eu não tivesse tomado a decisão e pulado de uma vez, mesmo na água gelada igual de Cabo Frio, eu teria sofrido mais – e, pior ainda, não teria o que tenho hoje, o que significa que eu não estaria feliz e “confortavelmente bem” como hoje. Eu deveria fazer o mesmo agora. Tomar coragem, prender a respiração e pular do barco nessa água gelada. Mesmo sem ter ninguém (teoricamente) ali pra me dar a mão e me ouvir xingar a água.

Eu sei bem o que eu deveria fazer. Preciso descobrir agora o que eu quero fazer. E, dentro dessa decisão, encontrar felicidade.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: